CONTEMPLAÇÃO AO PÔR DO SOL

“Cada pôr-do-sol que vejo me inspira o desejo de partir para um oeste tão distante e belo quanto aquele onde o sol sumiu.” – Henry David Thoreau

© Yuri Borba | Praia da Brisa – Guaratiba, Rio de Janeiro – RJ.

 

VASSOURAS

VISITANDO A CIDADE DE VASSOURAS, NO VALE DO PARAÍBA FLUMINENSE… Aos amigos e seguidores faço o convite para acessarem o link com a matéria completa.

 

Início da povoação Em 5 de outubro de 1782, o açoriano Francisco Rodrigues Alves e o seu sócio Luís Homem de Azevedo, que residiam em Sacra Família do Tinguá (atualmente distrito do município de En…

Fonte: VASSOURAS

GAVIÃO CARIJÓ – (Rupornis magnirostris)

Ele estava pousado no famoso coqueiro que fica localizado em frente a minha chácara, onde foi a oportunidade para testar a recém adquirida Sony Cybershot HX400V (Superzoom). Com um dia meio nublado, os 50X de zoom aliados ao sensor Bionz-X, mostrou que vale a pena… Além disso, também ressalvo que a distância do coqueiro para o local que estava era de quase 200 metros. Com isso, nota-se que as imagens capturadas são consideradas regulares e poderiam ser usadas em revistas e jornais impressos.

DSC00779_001

 

SOBRE A AVE

Toda ave de rapina, tem um papel indispensável no equilíbrio da fauna, como regulador da seleção. Evita uma superpopulação de roedores e aves pequenas (como é o caso dos ratos e pombos nos centros urbanos), além de eliminar indivíduos defeituosos e doentes.

O Gavião Carijó costuma voar em casais, fazendo movimentos circulares enquanto os dois vocalizam em dueto. Possui o hábito de utilizar o mesmo poleiro de caça por longo tempo (dias e até semanas).

DSC00755_001

Esta ave pode ser vista do México à Argentina e em todo o Brasil. É uma das espécies mais comuns de nosso país, ocorrendo em todos os estados, habitando os mais variados ambientes: campos, bordas de mata, áreas urbanas, etc…

É raro em áreas densamente florestadas. E nas últimas décadas este gavião passou a se tornar mais comum nos centros urbanos, adaptando-se com sucesso a este ambiente, pois nas cidades a oferta de presas é maior e os seus predadores naturais (outras aves de rapina maiores) são escassos.

 

© Yuri Borba

Série VIDA

TARITUBA

É bairro e 3º distrito da cidade de Paraty (Rio de Janeiro). A pequenina cidadela possui apenas uma escola (1ª a 4ª série), uma única avenida, e a rodovia Rio-Santo. São aproximadamente 900 habitantes, do qual a maioria vive da pesca e do turismo. Seu nome é proveniente do tupi-guarani, e significa praia de muitas conchas.

Possui apenas duas praias: Tarituba e Taritubinha que já foram cenários de obras teledramatúrgicas, tanto no cinema, quanto na TV. À novela Mulheres de Areia (1993) e o filme O Rei dos Milagres (1977), foram parcialmente filmados nestas praias.

 

Tarituba possui um mini porto para embarcações pequenas e médias como lanchas, escunas e traineiras. Tem uma praia maravilhosa, peixaria, mini mercado, um centro cultural e um campo de futebol gramado.

Oferece também passeios de barcos nas ilhas próximas, a mais conhecida é a ilha do Pelado. Na verdade, Ilhas Pelada Grande e Pequena, pois até a primeira metade do século passado eram roçados para agricultura de subsistência local.

 

© Yuri Borba | Taritubinha escondida entre a mata nativa e ao fundo a praia de Tarituba e seus diversos barcos.

Fonte: Wikipedia.org

A Lua e seus encantos…

O relógio marcava 5:50 da manhã…

E sob a luz da Lua cheia, que estava se pondo, dois pescadores se aventuram em meio a névoa que entrava na Baía de Sepetiba.

 

© Yuri Borba

Choca Listrada (Thamnophilus palliatus)

Conhecido como o “Pássaro com manto que adora os arbustos”, costuma habitar bordas das florestas úmidas e de montanhas, clareiras em regeneração, áreas com emaranhados de cipós, capoeiras arbustivas e quintais. Normalmente encontrada aos pares, pulando em meio à vegetação, em busca de insetos.

 

Na foto, uma fêmea pousada no emaranhado de galhos por dentro da mata em Parati-Mirim, na Costa Sul do Rio de Janeiro. O clique foi realizado em Janeiro deste ano enquanto eu fazia o primeiro trecho da travessia do famoso Saco do Mamanguá.

 

© Yuri Borba

Série VIDA

E amanheceu…

“Procure viver, lembrar é para os mais velhos” – Paulo Coelho

 

© Yuri Borba | Pedra de Guaratiba – RJ

Série AMANHECERES | Série VISÕES

Projeto PELOS CAMINHOS DA LUZ

22º PRESENTE À YEMANÁ EM SEPETIBA

“Presente à Yemanjá” é um evento anual realizado em Sepetiba, na Zona Oeste da Cidade do Rio de Janeiro, e que reuni mais de 5 mil fiéis de diferentes correntes espíritas e de raízes africana…

Acesse o link abaixo e veja as fotos do evento.

Fonte: 22º PRESENTE À YEMANÁ EM SEPETIBA

As vezes, encontrar a luz, significa passar por uma grande escuridão.